5 Dicas de como organizar e utilizar com eficiência a base de dados de clientes

Você sabe como fazer uma boa gestão da base de dados de clientes?

Para prospectar clientes e, de fato, que isso seja revertido no aumento das vendas é importante saber lidar com as informações coletadas e disponibilizadas sobre o seu público-alvo.

Mas, geralmente, com tantos dados, é comum que os responsáveis por essa função acabem deixando passar informações importantes e que devem ser consideradas na hora de segmentar os dados para prospecção.

Por isso, vamos mostrar neste artigo algumas dicas para você conseguir se organizar e ser mais assertivo na hora de fazer a gestão da sua base de clientes. Para isso, antes vamos passar por alguns conceitos:

  • O que é a base de dados de clientes?
  • Por que criar uma base de dados de clientes?
  • Como criar uma base de dados de clientes?
  • 5 Passos de como fazer a gestão da base de dados de clientes;
  • 3 Dicas para aumentar as vendas com a base de dados de clientes.

Listas de Empresas - Plano Gratuito

O que é a base de dados de clientes?

A base de dados de clientes é um conjunto de informações importantes e relevantes para o seu negócio sobre os seus clientes, seja seu negócio B2B (para empresas) ou B2C (para o consumidor). Os dados contidos na base podem incluir dados de contato, preferências do seu público-alvo, localização, entre outros.

Essas informações são, geralmente, coletadas e organizadas e podem ser visualizadas por meio de softwares ou arquivos em Excel, por exemplo com a utilização do nosso software EmpresAqui, nele você pode ver dados através da nossa plataforma ou exportar as informações que você precisa para o Excel.

Mas, por que o gestor deve criar essa base? Vamos falar um pouco sobre isso a seguir.

Por que criar uma base de dados de clientes?

Para manter as informações dos clientes organizada, de fácil acesso e atualizada e assim realizar uma prospecção mais eficiente, que atraia leads mais qualificados e assim você consiga aumentar a sua taxa de conversão em vendas.

Dessa forma, você não se perde no processo de vendas porque fica mais fácil visualizar as informações que já foram utilizadas e ainda podem ser.

Como criar uma base de dados de clientes?

Agora você pode estar se perguntando: como eu crio uma base de clientes?

Primeiro você deve entender que informações precisam ser utilizadas, e algumas informações podem ser públicas, como no caso de negócios B2B e prospecção para empresas, para essas você pode encontrar algumas informações no nosso software.

Mas, se você precisa de alguns dados mais específicos você pode também levantar esses dados de algumas formas bem simples, como:

  • Através de formulários realizando pesquisas;
  • Na sua rede social;
  • No seu site;
  • Por e-mail marketing;

Depois dessa breve contextualização, vamos ver o que você pode fazer para melhorar a gestão da base de dados de clientes e conseguir aumentar sua efetividade nas ações de marketing e vendas.

Como fazer a gestão da base de dados de clientes?

A seguir vamos mostrar 5 passos para realizar que você realiza uma boa gestão da base de dados de clientes, são informações simples mas que não podem ser esquecidas.

1. Colete as informações Necessárias

Antes de pensar na gestão da base de dados você precisa ter uma base de dados. Então, siga nossas dicas para coletar as informações dos clientes e utilize nosso software para encontrar dados de segmentos de empresas relevantes.

Alguns dados relevantes para serem coletados são:

  • Identificação: nome, localização, contato
  • Interesses: profissão, hobbies;
  • Faixa etária;
  • Outras informações: classe social, perfil de consumo, entre outros a depender do modelo de negócio.

2. Organize as informações

Com os dados necessários em um documento, é preciso organizar as informações. Para isso, pense em identificadores únicos para cada dado. Por exemplo, se a base de dados de clientes é do tipo B2B, e seus dados são de empresas, o identificador pode estar relacionado ao nome da empresa.

Uma ferramenta que pode ser utilizada é o Excel, você pode criar colunas com os campos de nome, contato, segmento de atuação e ainda criar novas para controle, como uma coluna para monitorar os contatos já realizados.

idClienteSegmentoEstadoCanalContatoContatos realizados
1Padaria Boa VistaComida e bebidaMGe-mailpadariaboavista@…0
2Mercado São ToméComida e bebidaMGe-mailmercadosaotome@…3
3Barbearia do JoãoSaúde e belezaESwhatsapp(xx) xxxx-xxxx2
Tabela Exemplo de Dados

3. Faça a segmentação do seu público-alvo

Segmentar o seu público-alvo nada mais é do que conhecer seus clientes. Cada tipo de cliente pode ser mais receptivo a um tipo de abordagem, por isso, não deixe de realizar a segmentação.

Você pode segmentar seus clientes por região, área de atuação, porte da empresa, contatos já realizados e o que mais se aplica ao seu negócio.

Atendimentos personalizados para uma determinada segmentação podem incluir contatos personalizados por mais canais (e-mail, whatsapp, chamada telefônica) ou até mesmo o envio de e-mails personalizados com conteúdos específicos para o público.

4. Atualize as informações com frequência

Seja um negócio B2B, para empresas, ou B2C, para o cliente final, é importante manter o seu banco de dados atualizado.

Afinal, será que aquela empresa que você prospectou cresceu ou diminuiu? Ou o seu cliente mudou de estado? Os contatos estão atualizados?

Com dados desatualizados você pode criar segmentações inadequadas e ter reflexos negativos em vendas.

5. Utilize um Software CRM (Customer Relationship Management)

O CRM é um software de gerenciamento da sua relação com o cliente, existem vários tipos de CRM disponíveis no mercado, a escolha deve depender do seu modelo de negócio.

Esses softwares são utilizados para organizar informações de clientes como dados de vendas, aquisição de marketing, envio de e-mails e da administração no geral.

Os softwares CRM não geram leads ou bases de dados, eles apenas são usados para gerenciar as informações que você já possui e ajuda a desenvolver novas estratégias.

Listas de Empresas - Plano Completo

3 Dicas para aumentar as vendas com a gestão da base de clientes

Antes de ir, deixamos 3 dicas para te ajudar a aumentar as vendas:

  1. Conheça o funil de vendas: o funil de vendas é basicamente constituído pelas etapas de atração, conversão, fechamento e fidelização ou retenção. Em uma associação simples, primeiro realizamos um contato para atração, se o cliente converte e responde vamos trabalhar em cima de fechar a venda e depois lidamos com a retenção e fidelização do cliente;
  2. Personalize a prospecção: crie conteúdos, e-mails, formas de contato personalizados para cada segmento de clientes. Cerca de 78% dos clientes tem maior probabilidade de comprar quando anúncios são personalizados;
  3. Faça o número de contatos necessários: pesquisas apontam que são necessárias em média 8 contatos para uma conversão de cliente. Tenha isso em mente, mas também analise os dados do seu negócio e entenda o comportamento do seu cliente.

Gostou desse conteúdo? Fique atento às novidades do nosso Blog para mais dicas de prospecção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *